Intoxicação cutânea leva 16 alunos de Fafe ao hospital

Problema terá sido causado pela lagarta-do-pinheiro.

As vítimas apresentavam irritações nos braços e na cara. "Nada de grave", segundo fonte do Centro Distrital do Comando de Operações de Braga.

Uma intoxicação cutânea, aparentemente provocada pela lagarta-do-pinheiro, afectou esta tarde 18 pessoas, na Escola Secundária de Fafe. Quinze alunos deste estabelecimento de ensino foram encaminhados para o Hospital de Guimarães.

De acordo com fonte do Centro Distrital do Comando de Operações de Braga, das 18 pessoas afectadas, 17 eram alunos, entre os 14 e os 18 anos, e uma era funcionária da escola. Dezasseis alunos foram transportados para o Hospital de Guimarães, e o funcionário e uma estudante foram assistidos no local.

Segundo a mesma fonte, “as vítimas apresentavam irritações nos braços e na cara, não sendo nada de grave”.

Ao final da tarde, fonte do Hospital de Guimarães comunicou ao PÚBLICO que alguns dos alunos ainda se encontravam a ser examinados no serviço de Pediatria e que outros já haviam obtido alta. A mesma fonte acrescentou que, “em princípio, todos terão alta" ainda esta segunda-feira.

O alerta foi dado às 15h15. Acorreram ao local os Bombeiros Voluntários de Fafe e Guimarães, uma ambulância de suporte imediato de vida, uma viatura médica de emergência e reanimação do INEM e a Cruz Vermelha Portuguesa de Arco de Baulhe e de Garandela de Basto, num total de 20 elementos e dez viaturas.

O PÚBLICO tentou, sem sucesso, contactar a direcção da Escola Secundária de Fafe.

Data da Noticia: 

Quarta, 6 Fevereiro, 2013